Sobre Oscar dos Reis.

Músico instrumentista, natural de Sertão Santana, iniciou seus estudos de música e acordeon em 1980 com o maestro Antonio Carlos Cunha. Mais tarde, com o objetivo de se aperfeiçoar no instrumento Bayan (versão russa do acordeon), embarcou para Moscou e estudou na Academia Gnéssis com os professores Wiatcheslav Semionov e Friedrich Lips.

Já na Itália, estudou com o professor ucraniano Wlademir Zubitsky e participou do seminário “Literatura Acordeonística Scandinava e Norte Americana” com os professores Joseph Macerollo e Mogens Elegard. Na Espanha, realizou o curso “Atualização Pedagógica”, ministrado também pelo professor Friedrich Lips no Centro Internacional de Estudos do Acordeon.

Ainda em busca pela evolução do seu sonho, participou de festivais e estabeleceu contato com os mais importantes concertistas de acordeon Bayan da atualidade. Como professor, realizou um importante e admirável trabalho de difusão do acordeon, estimulando jovens instrumentistas no Sul do Brasil e Argentina.

Sobre seus concertos

Além disso, as apresentações alternam entre solista, duo, trios, quartetos e quintetos. Durante os shows, Oscar interpreta composições próprias e obras de compositores como Radamés Gnatalli, Astor Piazzolla, Semionov, Zolotariow, entre outros.
Já atuou em orquestras do Rio Grande do Sul, Santa Catariana e São Paulo, ao lado de grandes maestros, como: Carlos Kaminsky, Manfredo Schimitd e Claudia Feres.

É considerado um dos maiores acordeonistas do Brasil.